Descubra por que o câmbio automático pode “se recusar” fazer troca de marchas

Conduzir o carro de câmbio automático de forma equivocada pode fazer com que ele entre em um modo de segurança para evitar possíveis danos mais sérios; veja como evitar.

Veja algumas dicas para preservar o sistema da transmissão automática e entenda os motivos para que o ele entre no modo de segurança
Veja algumas dicas para preservar o sistema da transmissão automática e entenda os motivos para que o ele entre no modo de segurança (Foto: Freepik)

Veja cuidados essenciais para adotar com o câmbio automático

Os carros de câmbio automático vieram para ficar. A tecnologia é responsável por gerar um nível a mais de conforto e segurança durante a condução. Porém, é necessário alguns cuidados para não prejudicar o sistema.

Nesse caso, medidas simples do dia a dia são responsáveis por amenizar o desgaste excessivo do conjunto.

VEJA TAMBÉM

Tais ações podem ser essenciais para que o câmbio automático não entre no famoso modo de segurança. Trata-se de uma proteção programada para evitar que o câmbio quebre. Nesse caso, o sistema pode se recusar a passar as marchas, por exemplo.

Se isso acontecer o indicado é esperar o fluido da transmissão do veículo esfriar, tempo necessário para ele voltar ao normal.

Dicas para usar a transmissão corretamente

Para evitar situações como a citada acima, algumas dicas simples podem ser responsáveis por conservar o sistema do câmbio automático.

Nesse caso, evite engatar a ré sem que o carro esteja completamente parado. Assim como nos carros manuais, as trocas brutas de marcha também devem ser evitadas.

Veja algumas dicas para preservar o sistema do câmbio automático e entenda os motivos para que o ele entre no modo de segurança
Evite troca de marchas de forma grosseira (Foto: Pixabay)

A ação deve ser feita com calma e delicadeza. Fazer esse movimento de forma mais grosseira pode danificar os componentes da transmissão ao longo do tempo.

Além disso, apenas acione a posição P quando o freio de mão estiver acionado. É importante que ao estacionar o condutor também ative o freio de mão. Segurar o carro apenas no P, fará com que a trava do câmbio e os coxins de suporte da transmissão sejam danificados.

Já em modelos equipados com o Low (L), a opção deve ser acionada em caso de um percurso muito íngreme, seja de subida ou descida. Nesse caso, ela será responsável por gerar um melhor aproveitamento do freio-motor.

Em casos que o veículo não possui a opção, o ideal é o condutor limitar o câmbio à terceira marcha, uma vez que a troca constante pode aumentar a temperatura do fluido. É nesse cenário, por exemplo, que o sistema pode entrar no famoso modo de segurança já citado.

Ainda sobre descidas em ladeiras, não é aconselhável deixar o carro no “neutro” com a intenção de economizar combustível. Em carros automáticos o efeito será justamente o contrário e também será responsável por danificar os componentes do freio.

Veja algumas dicas para preservar o sistema do câmbio automático e entenda os motivos para que o ele entre no modo de segurança
Em descidas ou subidas ative o Low (Foto; Freepik)

Nicole Santana
Nicole SantanaJornalista e especialista em comunicação empresarial, com bagagem de mais de três anos atuando ativamente no setor automotivo e premiada em 2016 por melhor reportagem jornalística através do concurso da Auto Informe. Atualmente dedica-se à redação do portal Garagem 360, produzindo notícias, testes e conteúdo multimídia sobre o universo automobilístico.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
PG jogos - Câmbio automático se recusa a fazer a troca de marchas; entenda os motivos